Cristo Redentor será apagado em campanha de conscientização de câncer ocular infantil

Cristo Redentor será apagado dia 18 de setembro em campanha de conscientização de câncer ocular infantil promovida pela TUCCA

A associação que assiste crianças com câncer, em parceria com o Hospital Santa Marcelina, realiza ação de conscientização ao diagnóstico do Retinoblastoma

Comemorado em 18 de setembro, o Dia Nacional de Conscientização e Incentivo ao Diagnóstico Precoce do Retinoblastoma foi instituído pela TUCCA (Associação para Crianças e Adolescentes com Câncer) para educar a população brasileira e os profissionais da saúde sobre a importância do diagnóstico precoce do câncer ocular mais comum na infância.

Para lembrar a data, a TUCCA realiza uma série de ações no dia 18. Uma delas é o apagão das luzes de importantes monumentos em várias cidades do Brasil para lembrar a importância da visão na vida do ser humano. No Rio de Janeiro, o Cristo Redentor ficará apagado por 10 minutos a partir das 19h30.

O oncologista pediátrico e presidente da TUCCA, Sidnei Epelman, explica porque o diagnóstico precoce desse tumor é fundamental. “É essencial detectar o quanto antes a doença, não só para que o câncer seja curado, mas também para preservar o olho e a visão da criança.”

O incentivo à adoção do teste do olhinho pelos pediatras é outra bandeira da campanha. O exame deve ser realizado periodicamente, uma vez que a doença é mais comum em crianças de 0 a 5 anos. O teste do olhinho é simples e pode levantar a suspeita da existência do tumor, algo a ser confirmado por um oftalmologista por meio do exame de fundo de olho. Em estágio avançado, o retinoblastoma muitas vezes é revelado em uma simples foto com flash, pois o olho afetado aparece com uma mancha branca, que é o reflexo tumor. Neste estágio, as chances de cura são menores.

A diretora técnica do Hospital Santa Marcelina, Irmã Monique Bourget, destaca a importância do trabalho realizado em conjunto com a TUCCA. “Oferecer à criança a oportunidade de tratamento e garantir a conservação de sua visão é responsabilidade de todos nós. As crianças brasileiras precisam continuar enxergando um mundo colorido e cabe a sociedade ajudar nessa missão. A informação permite o diagnóstico precoce e salva vidas. O Hospital Santa Marcelina sente-se honrado em apoiar essa nobre e importante campanha”.

Para o reitor do Santuário Cristo Redentor, Padre Omar Raposo, é importante a conscientização dos profissionais de saúde e também dos pais. “Se um exame tão simples e periódico pode salvar a visão das nossas crianças, precisamos conscientizar os pais e os médicos para que não abram mão desse cuidado”, alerta o sacerdote.

Anúncios