Skol promove #ApitodeRespeito em blocos

Carnaval Redondo é com Respeito

Skol amplifica campanha #ApitoContraOAssedio e distribuirá mais de 50 mil apitos para mulheres em blocos de carnaval no país

No carnaval do ano passado, Lia Marques presenciou pela janela uma cena de assédio contra uma mulher que curtia a festa em São Luiz do Paraitinga e percebeu que não podia mais se calar. “Nesta época do ano as pessoas perdem a noção e é preciso dar um basta. Reforçar aos homens que são as mulheres que determinam os limites e não está permitido ultrapassar essa linha”, comenta Lia

Nascia a campanha “Apito Contra o Assédio”. Lia se uniu a outras duas amigas, Marina Gabos e Amanda Cursino, e sugeriram a outras mulheres utilizarem um apito para se protegerem contra o desrespeito, chamar a atenção e coibir assédios e exageros. O som empodera as garotas e se transforma em escudo contra os excessos,

A ação é simples, mas bastante efetiva: O cara passou dos limites? Apita. Invadiu seu espaço sem ser convidado? Apita. Está se sentindo ameaçada? Apita também.

Como isso virou questão importante para SKOL, a marca decidiu apoiar as meninas de São Luiz do Paraitinga e amplificar a ação delas pelo país. A partir deste sábado, 18, alguns blocos pelo país receberão o #ApitoDeRespeito que serão distribuídos para os foliões junto com bexigas com mensagens incentivando o respeito na festa, como “Seu Respeito Me Deu Onda” ou “O carnaval é redondo, mas respeite meu quadrado”.

Essa conversa para SKOL acontece desde o ano passado especialmente em sua comunicação. A campanha #RespeitoIsON deu início a uma série de ações e patrocínios (inclusive da Parada LGBT de São Paulo, Rio e Belo Horizonte), que tiveram sequência com “Redondo é Sair do Seu Quadrado”, o mote do Verão Skol. Além de um convite, é também uma inspiração para as pessoas abrirem a cabeça para as diferenças, se despirem de preconceitos e, principalmente, respeitar as escolhas individuais.

“Nós fizemos um vídeo sugerindo o uso de um apito e soltamos a campanha na internet. A repercussão foi crescendo e muitas pessoas se engajaram. Quando a Skol nos procurou ficamos orgulhosas, é muito legal ter uma marca apoiando a nossa causa porque a ideia é espalhar isso pelo Brasil”, comentou Lia Marques.

A iniciativa apoiada por SKOL vai começar nos blocos Vem Ni Mim Que Tô Com TUDO, 11h, e Beleza Rara, às 13h, em São Paulo, antes de se espalhar pelo país. Florianópolis, Salvador e Recife serão as cidades que receberão a ação.

“Há algum tempo, SKOL vem incorporando essa mensagem de respeito, inclusão e valorização da diversidade. E estamos aprendendo muito com esse processo. Desde a Parada LGBT de São Paulo, tem sido uma jornada muito humana e que ainda irá render muito. O carnaval não poderia ficar de fora e queríamos fazer algo. Quando soubemos do projeto da Lia, Marina e Amanda, quisemos entender como participar. Junto com as meninas encontramos uma forma de começar a dar mais visibilidade à essa questão e aproveitar para incentivar todas as pessoas a se divertir com mais respeito”, comenta Maria Fernanda de Albuquerque, diretora de marketing de Skol.

O melhor do carnaval é poder curti-lo como quiser. No bloco, na festa, em casa. Se vai ter folia, paquera, fantasia ou momento de relax, fica a critério de cada um. O importante é ter respeito, seja onde estiver ou pelo que decidir fazer.

Anúncios