Agência Lado C – Nova Onda apresenta sócio em São Paulo

Rafael Lopes Pontes (ex-Ogilvy e F/Nazca) chega para agregar sua experiência como profissional de atendimento em agência à operação paulista da produtora de áudio. Meta é crescer 45% em 2017.

A produtora de áudio Nova Onda, que tem estúdios em São Paulo e no Rio de Janeiro, além de escritório em Brasília, acaba de anunciar a chegada de um novo sócio para a operação da capital paulista: Rafael Lopes Pontes. O executivo, que anteriormente trabalhou como diretor de contas na Ogilvy & Mather do Rio de Janeiro, e como gerente de contas na F/Nazca Saatchi & Saatchi em São Paulo, passa a integrar o board da produtora com o objetivo de alavancar ainda mais o negócio na praça que é o maior centro de produção publicitária do Brasil, e com a meta de ajudar a operação na capital paulista a registrar um aumento de 45% no faturamento deste ano, em relação a 2016.

“O que me fez topar o desafio, em primeiro lugar, foi a vontade que sempre tive de ter um negócio próprio. Além disso, queria muito fazer algo diferente, onde eu conseguisse me envolver mais com negócios e prospecção, mas que não me afastasse completamente das agências e nem da área de atendimento. A produtora de áudio me pareceu ser a solução para tudo isso”, explica Pontes.

Os outros sócios da sede da produtora de som em São Paulo – Wanderlei Gonçalves e Orlei Gonçalves (conhecido no mercado como Passarinho) – enxergam a vivência de Pontes dentro de grandes agências como um fator impulsionador de negócios na capital paulista. “Além do Rafael ser um profissional com grande experiência como atendimento de agências e clientes do primeiro escalão – o que traz para a Nova Onda uma outra forma de encarar e pensar o funcionamento do business – o fato de ter um sócio residindo em São Paulo, e que tem um relacionamento pessoal com um enorme número de profissionais de diversos segmentos do mercado, aumenta o nosso poder de prospecção”, pontua Wanderlei Gonçalves, que além de sócio é cofundador e diretor administrativo/financeiro da produtora de som.

A expectativa de crescimento, no entanto, não se restringe à sede paulista. Para o estúdio no Rio, os sócios pretendem terminar 2017 com um faturamento 15% superior, em comparação com o ano anterior. Para tanto, não somente no Rio, mas também em SP e em Brasília, a produtora pretende firmar parcerias cada vez mais de longo prazo com as agências. “Isso já tem acontecido. Não houve nenhuma agência para a qual realizamos trabalhos recentemente que não tenha voltado a nos procurar para novas iniciativas”, observa Passarinho, sócio, cofundador e diretor geral de produção da Nova Onda.

Com mais de 30 anos de atuação no Rio, há dez anos em São Paulo e desde 2015 em Brasília, a Nova Onda já produziu trilhas para filmes publicitários de anunciantes como Bradesco, TIM, Oi, Coca-Cola, Petrobrás e Guaraná Antarctica, entre outros. Na área de sound branding, a produtora desenvolveu a assinatura musical da marca OLX, o famoso “Desapega, Desapega”. Mais recentemente, foi responsável pela trilha do novo comercial do banco Bradesco, com foco no Carnaval, embalado pela marchinha “Máscara Negra”. Para a TV, entre outros trabalhos, a produtora foi responsável pelas trilhas das séries “Ribanceira” (para o Canal Brasil), e “Regras do MMA” (Combate). Além disso, a Nova Onda realiza trabalho de dublagem de games.

“A Nova Onda não é uma produtora somente para publicidade. Nós fazemos som. Seja para rádio, TV, internet, webseries, conteúdo. Além disso, realizamos dublagem de longas, séries e games. Nossa estrutura e nosso time de colaboradores nos torna aptos a produzir áudio em diversos formatos e para quaisquer finalidades”, ressalta o novo sócio da operação em São Paulo.

Ao longo de sua história, a produtora de som buscou se modernizar tecnologicamente e artisticamente, mantendo uma equipe “antenada”.Hoje, não existe nenhum tipo de trabalho de áudio que a Nova Onda não consiga entregar. Vamos do samba ao indie rock, do clássico até o super moderno, fazemos sound design, sound branding, som binaural e tudo o que há de mais atual no mercado de áudio, esclarece Wanderlei Gonçalves.

O executivo avalia que, no cenário atual, os clientes não esperam da produtora de som apenas o que é solicitado, mas sim uma “contribuição criativa”, como acontece em outros mercados em todo o mundo. “Temos que sugerir, inventar, oferecer alternativas, ser proativos. E é sempre com esse pensamento de contribuição que a Nova Onda trabalha”, garante.

Anúncios