Campanha do varejo orienta a usar FGTS para limpar o nome

Objetivo é auxiliar consumidor a recuperar poder de compra

A injeção de R$ 2,2 bilhões a partir da liberação do saldo de FGTS nas contas inativas contribuirá para a recuperação da economia catarinense. Nessa orientação, a Berlanda – maior rede de lojas de móveis e eletro de Santa Catarina – está convidando seus clientes para quitarem as dívidas e assim recuperarem o poder de compra. A ação, que está na primeira edição, tem o nome de ‘Limpa o Nome’ e abrange todas as unidades.

A iniciativa pretende ampliar o percentual de clientes que acertam suas pendências. “No segundo semestre de 2016 a quitação cresceu em torno de 2,3%, ritmo que permaneceu no primeiro trimestre deste ano, melhorando nosso resultado. Com isso, chegamos a 94,49% da nossa meta. Com a ação esperamos atingir 100% de nossas metas até o final da campanha”, explica Zone Madruga de Moraes, responsável pelo departamento de Cobranças da rede.

Para participar o cliente da Berlanda que possui pendências financeiras só precisa comparecer em uma das quase 200 lojas da rede ou ligar para 0800-644-1999 para negociar os valores e formas de pagamento. A ação deve durar até o fim da liberação do FGTS, prevista para o fim de julho próximo.

A percepção no comércio é de que a inadimplência tem reduzido gradativamente, apesar de episódios pontuais, como é o caso das cobranças de compras feitas no fim de dezembro do ano passado. “Em março o número de registros de inadimplentes aumentou, o que é natural, uma vez que isso é reflexo das vendas a prazo no Natal”, explica Ademir Ruschel, gerente geral da Federação das Câmaras de Dirigentes Lojistas de SC (FCDL/SC).

Anúncios