Vendas do Dia dos Namorados caem pelo segundo ano consecutivo, revela Serasa Experian

Elevado patamar de desemprego e a reduzida confiança do consumidor na economia pesaram para a queda de 0,3% em 2017. Em 2016, a data comemorativa apresentou declínio de 9,5%
As vendas do Dia dos Namorados tiveram a segunda queda consecutiva, segundo o Indicador Serasa Experian de Atividade do Comércio – Dia dos Namorados 2017. Durante a semana da data, de 06 a 12 de junho, as vendas em todo o Brasil caíram 0,3% em relação ao mesmo período do ano anterior. No ano passado, o índice caiu 9,5% em relação a 2015, apresentando o pior desempenho desde o início da série, em 2006.

No final de semana do Dia dos Namorados (10 a 12 de junho), houve queda de 3,3% em todo o país na comparação com o final de semana equivalente ao do ano anterior (10 a 12 de junho). Na cidade de São Paulo, as vendas realizadas na semana do Dia dos Namorados caíram 1,9% ante a mesma semana do ano passado. No final de semana da data, as vendas tiveram queda de 4,4% em relação ao período equivalente de 2016.

Segundo os economistas da Serasa Experian, o ainda elevado patamar de desemprego e a reduzida confiança do consumidor na economia pesaram negativamente sobre as vendas dos Dia dos Namorados deste ano, embora o resultado tenha sido melhor do que no ano anterior, porém ainda se mantendo negativo.

Evolução histórica das vendas na semana do Dia dos Namorados no Brasil

Metodologia
O Indicador Serasa Experian de Atividade do Comércio tem como base uma amostra das consultas realizadas no banco de dados da Serasa Experian. Foram consideradas as consultas realizadas no período de 06 a 12 de junho de 2017 e comparadas às consultas realizadas no mesmo período de 2016; e as do período de 9 a 11 de junho de 2017, em comparação às do período de 10 a 12 de junho de 2016.

Anúncios